Vincent - Um solo de amor

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Zoológico de vidro

Do lado de cá, bem próximo ao mar, a vida segue numa boa, recarregada pela energia das marés e bem longe de tudo o que emburrece. É infinito o poder da natureza, amigo leitor. Poderosa também é a companhia da família: nada melhor que o carinho dos filhos, do pai e da mulher amada pra gente saber identificar o que realmente vale a pena. De resto, vaidade. Nada mais que vaidade. A gente demora a perceber o que realmente importa. Mas quando a gente descobre, viver faz todo o sentido.

O Gilmar, amigo de praça e vizinho em Santa Efigênia, desde que o Alcides parou de beber e começou a dar a volta por cima, sabe bem do que estou dizendo. Mandou-me e-mail carregado de alegria pela nova fase do pai aposentado: “Pode publicar na sua coluna, Josiel. Acho que vai ser até bom para as pessoas saberem que a bebida é a pior droga que existe e que a gente não tem que entrar na cachaça só porque tá passando por dificuldade. Tem um mês que o pai não bebe e, agora, ele tá aprendendo uma nova profissão com o Geraldo. Disse que vai ser jardineiro lá em Nova Lima e já até arrumou serviço. Está ajudando o Geraldo num monte de casa”, escreveu.

O e-mail veio caprichado. Mandou um monte de belas fotografias também, tiradas durante os fogos na Pampulha. Eita! Agora que o Gilmar descobriu a internet, não sai mais do computador. Está certo, Gilmar! Não disse que a Web era legal!? Fiquei muito contente com tudo o que você escreveu, amigo. Especialmente, você sabe, pelo nosso jardineiro. Dê um grande abraço nele por mim, ok!? Um recado também: no fim do mês, quando estiver de volta a BH, vou fazer uma visita e levo o Peroá que ele tanto gosta. Ah, no e-mail, só não gostei da sua provocação com o Big Brother. Você sabe que eu fico todo empolado só de ouvir falar nesse programeco. “E aí, Josiel!? Já está ligadão no BBB? jaujajauaj”. Francamente. E esse “jaujajauaj”? Isso é riso de adolescente. Adulto ri é assim: “rs” e ponto. Tá virando moleque de novo, mané? rs.

Gente boa o Gilmar. Enche-me o saco com o tal BBB só porque sabe que não gosto. E vamos combinar: na minha opinião, o BBB é o maior desserviço da história da televisão brasileira. Já escrevi isso aqui. Um bando de gente à toa se exibindo para um monte de gente que não tem nada melhor para fazer. Um absurdo. Quem inventou essa bobagem criou o zoológico de vidro. É como se homens e mulheres fossem animais, expostos 24 horas por dia. Li num respeitável site de notícias que, dessa vez, vai ter gay homem e gay mulher. Francamente! É tudo uma armação para atrair audiência e encher os cofres da emissora. E o pior é que, entra ano, sai ano, o povo ainda perde tempo e dinheiro votando nessa bobagem.

E o Pedro Bial? O sujeito já foi jornalista respeitado, cheio de moral. É muito triste vê-lo enterrar a carreira assim, fazendo cara de inteligente, tentando justificar o injustificável. Perdoa-me, amigo leitor, mas, diante do mar, no seio da família, sou bem mais as coisas que realmente fazem sentido.

Josiel Botelho - Bandeira Dois - 13 de janeiro de 2010

Nenhum comentário: