Vincent - Um solo de amor

sábado, 16 de janeiro de 2010

A mulher que ri

Hoje, às 21h, e amanhã, às 19h, no Teatro Oi Futuro Klauss Vianna, tem programa obrigatório para quem gosta de teatro sem invencionices. A mulher que ri, com dramaturgia de Paulo Santoro e direção de Yara de Novaes, é de beleza sem fim. Segunda-feira tem resenha em Vida Bandida.

Nenhum comentário: