Fantástico - Vai fazer o quê?

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Luz caminho afora, amigo Leleo!

É sempre difícil homenagear aqui amigos queridos que se vão. Ontem, seguiu rumo ao infinito o grande ator e músico: Leleo Scarpelli (foto). Os céus saem no lucro, enquanto a arte perde um extraordinário intérprete. Foi com tristeza profunda que recebi a notícia. Violeta avisou por telefone. Em Belo Horizonte, a comunidade artística não dava conta de acreditar que aquele bom moço, aos 39 anos, pai da pequena Maria Clara (6), seguiu luz afora. É triste para quem fica. Muito triste. Não há ainda remédio, abraço ou tapinha nas costas que dê jeito na saudade de quem fica.

Vai-se moço de alma iluminada. Generoso, educado, companheiro, alegre, Leleo Scarpelli deixa legião de fãs e amigos. Lembro-me bem de todas as vezes em que estivemos juntos. São muitos os amigos em comum. Não houve um só encontro em que Leleo não estivesse distribuindo simpatia. O camarada tinha uma capacidade incrível de ganhar a todos com seu humor contagiante. Certa vez, quando o vi em cena no espetáculo Camas redondas, casais quadrados, conversamos bastante sobre teatro, música e fiquei muito bem impressionado com suas ideias. Sem falar, em sua performance na peça. Um ator de brilho intenso, bom de drama e de comédia. Violeta e eu rimos até de suas peripécias no palco.

De lá para cá – isso foi em 2006 –, ficamos amigos e passei a acompanhar a carreira do Leleo. Encontramo-nos em diversas ocasiões e era sempre uma alegria. Vi Leleo em vários outros trabalhos, na música e no teatro. Pude perceber o quanto ele amava a sua profissão. Notava-se facilmente a arte em sua alma, assim como o amor pela filha Maria Clara. Pude vê-los juntos e estava lá aquele encanto que só quem ama reconhece. Que Deus conforte todos os que hoje choram por você, Leleo. É, mano velho… difícil acreditar. Muita luz caminho afora, amigo!

Bandeira Dois - Josiel Botelho - 2/2/11

Um comentário:

Anônimo disse...

esse meu primo era um genio da vida, sem duvidas, uma pessoa iluminada que passou entre nos!

fique com deus meu irmao!

floresto scarpelli