Vincent - Um solo de amor

segunda-feira, 12 de abril de 2010

O mundo das voltas


Só o tempo faz dobrar a razão:
Ontem, passado de azar; hoje, portal de alegria!

Não há mal sem significado na construção do sentido.
O amor, velho bufão, vive de fingir ser o que não é.
Depois, como quem ensina a espera, revela-se.

Cândida, meu mundo que gira!

Nenhum comentário: