Vincent - Um solo de amor

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Jeová e seus amigos

Veja só, caro leitor, o casal transformou em palco uma banca de revista. A ideia é sensacional e arrebatou seguidores, parceiros e agregados das mais diferentes vocações.



Na foto de Renata Almeida, Ricardo Koctus comanda apresentação na calçada


O Jeová é o cara. Exemplar dono de banca de revista, acima do bem e do mal. O projeto Cultura na calçada, realizado por ele, já ganhou destaque até do outro lado das montanhas de Minas. No sábado tem mais uma edição do evento, que, justiça seja feita, já está entrando para o calendário das festas mais bacanas da cidade. A partir das 10h, na Avenida Brasil, 458, no Bairro Santa Efigênia, o quarteirão vai ficar pequeno para a quantidade de pensadores que vão se reunir na calçada.

Sou fã do projeto, comandado pelo Jeová e pela Simone, desde que foi lançado, há três anos. Veja só, caro leitor, o casal transformou em palco uma banca de revista. Isso mesmo, quem diria, hein!?. A ideia é sensacional e arrebatou seguidores, parceiros e agregados das mais diferentes vocações. Tem de tudo: artista plástico, ator, músico, escritor, jornalista, artesão, domador de dragão, enfim, gente de primeira linhagem e de tudo o que é espécie rara. O mundo se encontra ali, na pequena arena do cavaleiro do rock e agitador cultural, meu amigo Jeová.

Minha empolgação é natural. Vi o projeto nascer. Conversa aqui, bate-papo ali, apoio de um, o incentivo do outro... pronto: deu-se o festival com shows, bitacas e outras paradas. O que brotou na melhor das intenções, com o objetivo de oferecer cultura de graça, ganhou dimensão extraordinária. É de encher a gente de orgulho. Bandas como Black & Blue, Acetato Pb, Club Vinttage Rock and Blues, Projeto Serenata, Rocknova, Submarino Cor-de-rosa e U2 Cover MG vão fazer para lá de especial o próximo sábado na Avenida Brasil. Pauteiros de plantão, senhores de faro para as boas notícias, tomem nota porque isso é matéria para os melhores jornais do mundo.

Já combinei com boa galera da praça o encontro na arena do Jeová. Vamos deixar o volante de lado, em dia de festa, para curtir a boa música do repertório da turma do rock da melhor qualidade. Na edição passada, foi uma grande alegria o acontecimento. Reencontrei amigos de tempos muito felizes no Bairro da Lagoinha. Grande Alfredo! As barracas de comes e bebes, armadas exclusivamente para a ocasião, também só reúnem gente de bem. Carne no tempero de deixar muito chef gaúcho na chinela e cerveja na temperatura dos pinguins de agasalho. Vale a pena conferir, amigo leitor. Depois, me digam se exagerei.

Hoje, estou de bem com o mundo. Recorro ao companheiro Jeová para mudar o tom de nossa Bandeira Dois. As últimas colunas foram tristes, sorumbáticas até. Falamos da partida do amigo Marco Antônio Brandão, jornalista inesquecível, e do assassinato do cabo Silva, morto pelas mãos de gente que não presta no Bairro Nova Suissa. Desastroso efeito da violência que acossa o cidadão. O mundo precisa de paz, de mais iniciativas como a do Jeová e seus amigos.

Vida longa ao projeto Cultura na calçada!



(Bandeira Dois - Josiel Botelho - 26 de agosto de 2009)

Nenhum comentário: