Fantástico - Vai fazer o quê?

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A tia vampira da Neidinha

À beira-mar, assim: um rei de chinelas. Eita que 2011 promete! Nada a reclamar, tudo a agradecer. E, atendendo a pedidos, para espantar olho-gordo, mau-olhado e praga de gente miúda, trecho de oração de São Jorge:

"Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal. armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo, amarrar".

Sob o manto de nosso Santo guerreiro, fiel aliado do Deus que há em nós, estamos prontos para 2011, amigo leitor. O céu é o limite. Há muito a ser feito, a ser vivido. Com saúde, o resto tiramos de letra. Daqui, da varandinha que dá para o Atlântico, posso ver os filhos brincando na areia. Alegria maior não há. Quem é pai sabe bem da grandeza que é poder tirar um tempinho para os filhotes. Ainda mais em tempos difíceis, de muito estudo e trabalho.

Estou aqui, a rabiscar a caderneta de papel pautado, juntando as ideias para a nossa Bandeira Dois desta semana. Sábado, recebi telefonema da Neidinha – aquela amiga que vive a repetir a frase do Jabor: "A vida gosta de quem gosta da vida". Ligou para desejar feliz 2011 e dizer que ficou muito feliz com a citação no texto da última coluna. Pediu também para que eu tomasse nota de um pensamento e publicasse:

"Anote aí, Josiel: quando você disse, na coluna passada, que vampiro de energia é ‘assunto para mais de metro’, fiquei pensando que é assunto pra mais de quilômetro. Conheço muita gente que tem uma capacidade enorme de jogar a gente pra baixo. Na minha família mesmo tem casos e mais casos. Tenho uma tia que é pura tragédia e desespero. Já reparou como para algumas pessoas qualquer bobagem é motivo de desânimo e falta de ação? Essa minha tia é a pessoa mais pessimista que deve existir na face da terra. E ela quer porque quer contagiar todo mundo que tá perto dela. O pior é que a danada consegue. Uma vez, há mais de 10 anos, ela passou uns dias lá em casa para fazer uns exames. Ela tinha certeza que estava para morrer, mesmo os médicos dizendo que ela estava com uma saúde de ferro. Aí, quando ela foi embora, todo mundo tava falando que eu tava mudada, estranha. Só depois é que fui perceber que eu tava até seca de tanto pessimismo e preguiça. Vê se pode? Tomei um banho de sal grosso e firmei com São Jorge. Só assim recuperei a força. Por que você não publica um trecho daquela oração de São Jorge em Bandeira Dois? E pode dizer sem dó que a minha tia é vampira. Porque até ela, rabuja, faz graça com isso"

Olha lá, Neidinha… Não quero ficar mal com a sua tia, hein!? Obrigado pelo telefonema, viu!? Quando voltar das férias, lá pelo fim do mês, levo sua encomenda. Gabriel, Tiago e Violeta mandam beijos e abraços.

Bandeira Dois - Josiel Botelho - 5/1/11

Nenhum comentário: