Fantástico - Vai fazer o quê?

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Enfim, a nossa Alice!

Deu no Estado de Minas:

A outra Alice
Clássico de Lewis Carroll inspira peça de estreia da Querida Companhia de Arte

"Alice ao avesso é livre adaptação de Alice no país das maravilhas e de Alice através do espelho. O texto, assinado por Jefferson da Fonseca Coutinho, foi parar no palco sob direção do próprio autor e apresenta ao público a Querida Companhia de Arte. “Estamos abrindo o grupo com essa peça. Nos formamos na PUC Minas há três anos e também nos dedicamos à pesquisa”, afirma a atriz Ana Cândida.

A companhia tem outra integrante, Paula Sá, mas a intenção é que convidados estejam sempre por perto. Sendo assim, participam do elenco de Alice ao avesso Emílio Zanotelli, João Porto, Lílian Campomizzi, Wallison Reis e o diretor.

Não se trata de montagem infantil. Alice está numa festa à fantasia comandada pelo DJ Gato. A protagonista bebe um pouco mais e, a partir daí, as coisas acontecem. “Ela começa a ‘viajar’ e entra nesse país das maravilhas, que mostra muito o poder das relações. Depara-se com uma outra Alice, ela mesma. É como se encontrasse com o espelho”, resume Ana Cândida.

“É muito fácil as pessoas se identificarem, porque a peça fala de solidão. Isso não está óbvio, mas Alice se depara em sonho com personagens da vida real”, avisa a atriz.

Absurdo

A atmosfera onírica é a meta da Querida Companhia. O principal objeto de pesquisa das atrizes é o teatro do absurdo, presente no espetáculo de estreia. “A gente não usa muito cenário. Trabalhamos a fantasia em contraste com a realidade”, define Ana. Para que isso funcione bem, há vários recursos: “Tentamos caprichar no figurino, há alguns objetos de cena, mas a gente trabalha muito luz e sombra”, conclui a atriz.

ALICE AO AVESSO
De hoje até dia 31. Sexta-feira e sábado, às 21h; domingo, às 19h. Teatro Sesi Holcim, Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia. R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). Censura: 14 anos. Informações: (31) 3241-7181."

Nenhum comentário: